quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Será que Vale a Pena Nobinho Almeida ir pro PSB?

Foto de Rodolpho Raphael -
O fruto deste texto surgiu a partir de uma conversa entre mim e um grande amigo cientista político formado pela UNB de Brasília.
Segundo o meu grande amigo Luís Torres em sua coluna no ultimo domingo, O PTB corre o risco de sofrer com um problema crônico: a falta de identidade. Sem representação na Assembléia nem muito menos na bancada federal paraibana, o partido tem cargos no governo Ricardo Coutinho (PSB), mas ainda não mantém divergentes em seus quadros. Sem contar com a hesitação do atual presidente, ex-deputado Armando Abílio, que é e não é oposição. Concordo em Gênero, Número e Grau.
Pra fugir dessa indefinição, o prefeito de Esperança, Nobinho, que vai concorrer à reeleições de 2012, já decidiu deixar o PTB e se filiar ao PSB, do governador Ricardo Coutinho.
A saída de Nobinho Almeida do PTB deve ser vista com muita cautela por dois aspectos, o primeiro virá à tona o que se comenta na cidade desde o ano passado, o seu rompimento definitivo com Armando Abílio.
Partindo desse primeiro aspecto entro no segundo, Será que o prefeito de Esperança esqueceu que os seus sufrágios foram ajuda do reduto eleitoral de Armando Abílio em especial a facção política comandada por ele e denominada “amuados”?
Caso haja um “racha” a reeleição de Nobinho ficará distante do real, você leitor deve me perguntar porque? Sabemos que de uma forma ou de outra, Abílio por ser um dos políticos mais antigos da cidade, mesmo não sendo fluente e líder de uma facção política tem o seu reduto eleitoral concentrado no município de Esperança.
Nobinho, Empresário, nunca havia concorrido ao cargo eletivo, foi apadrinhado por Abílio e automaticamente seu reduto somou-se ao de Armando, gerando assim sua vitória.
Imaginem se houver o Racha e cada um for pro seu lado? Abílio com toda certeza quer lançar um candidato pelo PTB, Nobinho será candidato pelo PSB e em contra partida entregariam de bandeja a sua eleição para o candidato de oposição.
Depois desse Texto qual sua opinião?
Rodolpho Raphael

Nenhum comentário: