sábado, 24 de agosto de 2013

Uma experiência única...

Sou Jornalista, tenho 22 anos e sou natural de Esperança- Paraíba. Com a chegada da JMJ no Brasil, fiquei animado em saber e querer ir, mas não tinha condições financeiras de poder viajar porque seria em torno de (2 mil reais) todas as despesas e tendo começado a trabalhar a pouco tempo, não tinha tal quantia.

A angústia me bateu por não poder ir a JMJ. Passando de canal vi uma reportagem sobre Guido, no Globo Repórter, o que me chamou atenção e então resolvi procurar na internet algo sobre ele e encontrei o site com sua respectiva oração, no sábado comecei a rezar. Quando o Papa chegou, minha angústia aumentou ainda mais por não poder ir... no 4º dia da oração pedindo a Deus por intercessão do Servo de Deus Guido Shaffer a graça de ir a JMJ, um empresário me procura no Facebook perguntando se eu já tinha ido para o Rio de Janeiro, e eu disse que não iria por não ter condições, simplesmente ele mandou eu passar no escritório dele e quando chego lá me deparo com uma quantia de 2 mil reais para participar da JMJ.

E assim o fiz, graças a Deus e a intercessão de Guido fui pra JMJ e digo com sinceridade a vocês que nunca tinha tido uma experiência tão forte com Jesus sacramentado como eu tive na vigília da #JMJ.

Quando Martin Valverde começou a cantar a música "Glória" juntamente com Guilherme de Sá, eu perdi a vergonha e me acabei no choro. Entreguei não somente minha vida, o meu futuro, mas a vida dos meus, dos amigos, colegas e dos que residem em Esperança.

No meu coração havia uma mistura de sentimentos, de alegria e louvor, de entrega e despojamento. Esqueci o barulho exterior e me preocupei apenas em mostrar o meu íntimo, o meu coração que estava trancafiado há 7 chaves.

Como foi lindo "ouvir o silêncio" de 3 milhões de pessoas que se prostraram na areia, no calçamento, na pista e nas calçadas para adorar a Jesus: "o Cordeiro de Deus", Como foi lindo estar presente d'Ele tão intimamente...

Sem sombra de dúvidas esse momento será levado em minha mente até o último suspiro, porque foi um momento de decisão, de confirmar o que estava prescrito no meu destino, foi momento de dizer sim ao Senhor sem medo do que o futuro me reserva, e confiar apenas na providência divina.

Digo com Convicção: Desde o dia 23 que meu coração já não é o mesmo. A ternura, que agora se hospeda nele, tem um nome: Francisco. #Rio2013Forever

Obrigado a todos!

Deus vos abençoe!

Rodolpho Raphael Oliveira

Nenhum comentário: